Home

O que a pessoa sentia…

 

…era uma certa angústia, algumas vezes acompanhada de um medo que, embora tivesse algum fundamento, impedia-a de ser feliz.

  • Ela não entendia muito bem o que acontecia.
  • É verdade que as últimas notícias veiculadas nem sempre eram muito boas.
  • Ela tinha pressa de resolver algumas coisas, mas tinha medo que não dessem certo e ficava amargurada.
  • Vivia em um tempo de muita velocidade, que muitas vezes não conseguia acompanhar.
  • Outras vezes, não tinha tempo para si mesmo, para seu lazer.
  • Fazia tempo que não via os amigos.

E assim ela ia vivendo, à espera de que algo de bom lhe acontecesse.

Obs.: Nós podemos lhe ajudar nisso !

 



“A vida é complicada. Limpe-a, organize-a e
coloque-a num tupperware.”
Brené Brown


Porque acontecia.

Às vezes nos sentimos assim: ficamos brigando com nossos pensamentos, pensando em fazer uma porção de coisas e não conseguindo fazer nada. Como se estivéssemos brigando com pedras no caminho, que não se movem.

Além de não fazermos nada, deixamos algumas outras coisas para serem feitas, coisas importantes deixadas de lado.

Ela já havia pensado em fazer terapia; desistiu pensando que a terapia era muito demorada e que ela tinha que utilizar algum tempo, do pouco que tinha.

Um dia, lendo um artigo, descobriu que existem novas formas de fazer terapia; uma forma não convencional, que não precisaria de muito tempo e que resolveria quase toda essa situação.

Pedras no caminho

Surge uma nova possibilidade!

Um jeito diferente de fazer terapia: os atos terapêuticos. São encontros feitos on-line.

​O processo é de curta duração, onde você pode contar a sua história. Nós somos feitos de histórias; basta você ter uma história para se inscrever!

Contar uma história pessoal é como se fosse um slow motion: você percebe todas as nuances do enredo, como se fosse uma expansão da visão.

Você pode marcar sua participação, quando quiser nos encontros! 

Individuais: São encontros em um dia, marcados conosco, com duração de uma hora.

Normais: São encontros em grupo, em um dia marcado, que ocorrem somente uma vez, com duração de uma hora e meia.

Programados: são 8 encontros em grupo que ocorrem sempre no mesmo dia e horário da semana, com o mesmo grupo inscrito para a primeira reunião, com duração de 1 hora e meia.

OBS.: Os encontros em grupo são para 15 pessoas no máximo, onde você conta com a opinião dos outros participantes (além da do terapeuta).